O novo Alien?

A existência de vida em outro planeta sempre foi um assunto cativante para muita gente. Este é o enredo do filme Life (Vida, título no Brasil), de 2017, dirigido por Daniel Espinosa.

Nesta obra de ficção científica, seis tripulantes da Estação Espacial Internacional encontram em Marte o que parece ser a primeira evidência de vida extraterrestre. A princípio, visualizada apenas através de microscópio.

A medida que uma célula dormente da amostra é revivida, esta se transforma em um organismo multi-celular. A excitação da nova descoberta se transforma em tensão quando acontece um acidente atmosférico no laboratório fazendo com que a nova descoberta fique imóvel e adormecida.

Para reviver o novo extraterrestre um dos tripulantes aplica choques elétricos de baixa tensão, porém a criatura cresce (e muito) de tamanho e escapa do laboratório ficando livre pela aeronave.

O filme, então, se transforma em um suspense com generosas pitadas de terror.  O final do filme, mesmo não chegando a ser inovador, é interessante. E abre espaço para uma continuação. Assista o trailer e bom divertimento.

images

Foto: Divulgação

Claudio Junior

Enredo da Portela homenageia Clara Nunes.

clara-nunes-portela

(Foto: Reprodução/Internet)

Nesta última quarta-feira, dia 23/05, o Grêmio Recreativo Escola de Samba Portela divulgou em suas redes sociais que o seu enredo para o Carvanal de 2019 será em homenagem a cantora Clara Nunes (1942—1983). A cantora mineira teve uma identicação muito grande com a Azul e Branca de Madureira.

O enredo “Na Madureira moderníssima, hei sempre de ouvir cantar uma Sabiá” será desenvolvido pela carnavalesca Rosa Magalhães.

A diretoria da Portela – que é a maior campeã do Carnaval do Rio (22 campeonatos) – fez o anúncio oficial do enredo através de um vídeo postado na internet e relatou que a decisão de fazer um enredo sobre a cantora foi motivado pelo fato de, este ano, serem comemorados os 95 anos de fundação da escola.

 

Facebook da Portela.

Twitter: @PortelaNoAr

Claudio Junior

Baixo Rio.

Ed_Motta

Foto: divulgação

Duas da manhã, não fez nada até agora? Antes de sair fora, a dica é o show que o cantor Ed Motta realiza hoje e amanhã no Espaço Furnas Cultural, que fica na Rua Real Grandeza, 219 – Botafogo – Rio de Janeiro.

Abrindo a programação musical do ano de 2018 do espaço, Ed Motta apresenta o seu repertório (e alguns temas que estão fora do roteiro do show) em formato acústico.

O artista se alterna entre piano, guitarra e uma coleção de pedais para apresentar sucessos como ‘Colombina’, ‘Manoel’, ‘Fora Da Lei’, ‘Baixo Rio’ e ‘Vendaval’. São esperadas também canções como Do You Have Other Love?, Parada de Lucas e Caso Sério, de Rita Lee e Roberto de Carvalho.

Os shows acontecem sempre às 19h e o melhor: Entrada gratuita!

Página oficial do cantor no Facebook: https://www.facebook.com/EdMotta/
Twitter: @EdMotta

Claudio Junior

Homenagem em vida.

images

Foto: Divulgação.

Estreou – no último dia 10 de maio – o documentário “TODOS OS PAULOS DO MUNDO”, filme dirigido por Gustavo Ribeiro e Rodrigo de Oliveira.

O longa passeia por alguns estilos de documentário. Mescla diversas imagens de arquivo da extensa carreira de Paulo, que participou de mais de 40 filmes e foi protagonista de obras, como “O Padre e a Moça” (1966) e “Macunaíma” (1969), porém, dando enfoque também aos seus trabalhos nos palcos e na televisão.

Com narrações de Selton Mello, Mariana Ximenes, Fernanda Montenegro, dentre outros, o filme aborda também os momentos atuais de Paulo José.

Um dos grandes méritos do trabalho dos diretores é prestar uma lindíssima homenagem a este ator gaúcho de 81 anos, ainda em vida!

Assista ao trailer oficial em: https://www.youtube.com/watch?v=5L0MijzWm9E.

Claudio Junior

Rock. Na veia.

Uma excelente notícia para os amantes do Rock foi divulgada no último dia 10/05. A banda britânica de heavy metal Judas Priest anunciou que voltará ao Brasil em turnê de divulgação de seu último álbum, Firepower, lançado em 2018. Ouça a íntegra do novo álbum em https://www.youtube.com/watch?v=iy47D44wHjA.

As datas e locais ainda não estão definidos, mas já é certo ao menos um show em São Paulo, no mês de outubro.

O Judas Priest chega ao Brasil com apenas dois integrantes da formação clássica: o vocalista Rob Halford e o baixista Ian Hill. Compõem a banda o guitarrista é Andy Sneap, o também guitarrista Richie Faulkner e o baterista Scott Travis.

E quem ficou responsável pelos shows de abertura foi a banda americana Alice in Chains.

Site oficial da banda: http://judaspriest.com/

20180511174912854244i

(foto: GUILLERMO LEGARIA/AFP)

Claudio Junior

Parceria titânica.

O jornalista Mauro Ferreira, do G1, informou na sua coluna de hoje (Mauro Ferreira – G1) que Arnaldo Antunes lançará – no próximo dia 25 de maio – o seu 15º álbum solo.
O disco foi gravado pela atual banda de Arnaldo, que conta com o produtor Curumin (bateria e programações), André Lima (teclados), Betão Aguiar (baixo), Chico Salem (guitarra) e Edgard Scandurra (guitarra e vocal).

Um dos principais destaques é a faixa Se precavê, parceria inédita com Marcelo Fromer (1961 – 2001), guitarrista da banda Titãs falecido em 2001. A faixa será lançada como single neste endereço.

arnaldoantunesseprecave

Foto: Divulgação

Claudio Junior

Hoje é dia de Blues, bebê!

Se há um gênero musical que está em alta atualmente, esse gênero é o Blues. Vários festivais de Blues estão com datas agendadas para os próximos meses e em vários locais diferentes.

O calendário de Blues inicia com o Niterói Blues Festival, que terá shows de Blues, Rock, Soul e Folk entre os dias 11 a 13 de maio 2018 no Teatro Popular Oscar Niemeyer:

Sexta:
FRED CHICO – One man Band
Ana Egito
Rambling Brothers
Serra Blues Trio

Sábado:
Bluesão de Dois
Soul Jazz Project
The Al Pratt Blues Session
AMákina
Big Joe Manfra
White Stone Blues

Domingo:
Os Lobos
Perlla Cortazzo & a roda de blues
Alquimia Brasileira
4Blues
Greg Wilson

A entrada é gratuita, mediante uma doação de 2kg de alimentos.

30713942_449140375539480_863742056646836224_o

Depois, ainda em Niterói, acontecerá o festival Tudo Blues no Teatro da UFF, entre os dias de 17 a 27 de maio. Todos os shows serão às 20 horas.

O Tudo Blues privilegia o blues, porém, sem esquecer o jazz, o rhythm’n’blues, o rock, ou o country:

17/5- LARANJELETRIC

18/5- DANIEL CHEESE

19/5- ROSA MARYA COLIN

20/5- COLORADO COUNTRY

24/5- EL84 ROCK’N’BLUES BAND

25/5- TICÃO FEITAS

26/5- BLUES ETÍLICOS

27/5- THE AL PRATT BLUES SESSION

Ingresso: R$ 50,00 (int.) e R$ 25,00 (estudantes, maiores de 60 anos, menores de 21 anos e pessoas com deficiência).

29694552_1881173421893066_1864150084321542144_n

Ainda em maio, acontecerá o tradicional Festival Internacional de Jazz & Blues da cidade de Rio das Ostras, que este ano acontecerá no feriado de Corpus Christi.

O festival, que ainda não divulgou as atrações, será realizado entre os dias 31 de maio e 3 de junho em Rio das Ostras. E, como o Ministério da Cultura selecionou o festival para integrar o programa “Rio de Janeiro a Janeiro“, o evento acontecerá também no Rio de Janeiro entre os dias 7 a 9 de setembro. Todos os shows têm entrada franca.

23319117_1933684780226524_2262163299719995737_n

E no mês de agosto – entre os dias 24 e 26 – está garantido o Ibitipoca Blues 2018 com as seguintes atrações já confirmadas: Jefferson Gonçalves e Gustavo Andrade (Explosion Blues), Bia Marchese & Band, Cris Crochemore & Blue Groovers.

Os ingressos custam R$ 360,00 (R$ 180 a meia) e já estão a venda no site https://www.bilhetecerto.com.br/Site/Setores/910.

30716473_1868852889811717_2340073080131281999_n

Escolha o seu melhor roteiro e boa diversão!

 

 

 

Artigo.

A música como veículo.

É de conhecimento público que o Estado do Rio de Janeiro passa uma grave crise. Econômica, estrutural, administrativa, educacional e cultural. Esta crise é visível e mostra as suas garras em diversas formas. Metamorfoseia-se sob a forma da escassez dos serviços públicos, corrupção e, principalmente, violência.

Com o genuíno intuito de recuperar a autoestima da cidade do Rio de Janeiro, o empresário Roberto Medina (proprietário da Artplan, responsável pelo Rock in Rio), reuniu na tarde de ontem, dia 10 de abril de 2018, 30 artistas para a gravação de um clipe.

Nomes como Evandro Mesquita, Fernanda Abreu, Dinho Ouro Preto, Andreas Kisser, Elba Ramalho e Samuel Rosa gravaram a música “Valsa de uma cidade” (Antônio Maria e Ismael Neto) na Cidade das Artes, na Barra da Tijuca.

A gravação do clipe foi uma iniciativa do Rock in Rio e deu início ao projeto “Rio, Desistir Jamais”. O resultado, por sinal, ficou lindo.

Lutar para reverter a imagem negativa do Rio de Janeiro, vamos combinar, é louvável! E por vários motivos: primeiro porque há muito o Rio necessita de ações como estas. Nós torcemos para que sejam várias. E Roberto Medina foi o primeiro a sair da inércia. Mais uma vez!

E depois, chama muito a atenção o fato da música ser o veículo usado nesta luta que está sendo mudar a imagem do Rio de Janeiro. Não por ser ineficaz. Pelo contrário. Em tempos em que a forma de se consumir música mudou completamente. Que a gravadoras perderam quase toda a sua força. Que lançamentos de discos são quase exceção. A música mostra a sua força como mecanismo para se fazer mudanças. Mais uma vez!

Um único senão: a capital fluminense merece (e muito) recuperar a autoestima. Mas, não apenas ela. Todo o Estado do Rio merecia ser contemplado.

Claudio Junior

ROCK IN RIO / CLIPE

Foto: Estadão

A música perde mais um defensor.

104dee49a43ae9f62231cbe4d5ff3cf1

Foto: Divulgação

Morreu na noite de ontem, 22/03/2018, o produtor musical (mas, também, jornalista e crítico) Carlos Eduardo Miranda.

Miranda, que havia completado 56 anos no dia 21/03, estava em casa quando sentiu fortes dores e acabou falecendo vítima de mal súbito.

Miranda foi repórter da revista Bizz nos anos 1990, mas se destacou lançando alguns dos principais nomes do rock nacional naquela década, como Raimundos, Skank, O Rappa e Mundo Livre S.A.

Nos últimos anos participou de diversos programas de televisão do SBT atuando como jurado.

Claudio Junior

 

Não andamos precisando de heróis?

Foi lançado no último dia 15 de março o documentário de curta-metragem Heróis da Guitarra Brasileira. O filme, com direção de Leandro Souto Maior, conta um pouco do aparecimento da guitarra na cultura e na música brasileira.

Produzido a partir de depoimentos coletados para o livro homônimo, escrito por Leandro Souto Maior e Ricardo Schott (Ed. Irmãos Vitale, 2014), o documentário traz depoimentos de grandes nomes do instrumento, como Andreas Kisser, Armandinho, Edgar Scandurra, Kiko Loureiro, Lanny Gordin, Luiz Carlini, Pepeu Gomes, Sergio Dias e Toninho Horta. E é dedicado à memória de Zé Menezes (1921-2014).

Com roteiro de Leandro Souto Maior e Ricardo Schott, o filme é a história da guitarra contada por alguns de seus principais heróis. Pode ser conferido em: https://www.youtube.com/watch?v=wLV__IkvfT0

h

Claudio Junior